terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Redação - Língua, linguagem e cultura


Uma língua é o lugar donde se vê o Mundo e em que se traçam os limites do nosso pensar e sentir.
Vergílio Ferreira

1. Introdução

Desde o primeiro momento em que o ser humano começou a se organizar socialmente, ele sentiu necessidade de comunicar-se  com os demais com quem convivia. A partir daí, digos de comunicação foram sendo criados, de acordo com as necessidades de cada realidade social. Hodierna- mente, vários desses digos, muito antigos, como pinturas rupestres, escritas iconográficas, além de outros, vêm sendo estudados e têm permitido que se conham usos e costumes de comunidades e até de civilizações extintas, enriquecendo a informação e o processo de acumulação cultural.

2. Língua

Conforme o Diciorio Houaiss da Língua Portuguesa, para o linguista Ferdinand de Saussure, língua é um sistema abstrato de signos inter-relacionados, de natureza social e psíquica, obrigatório para todos os membros de uma comunidade linguística, ou seja, língua é um código do qual devem se valer todos os indivíduos que fazem parte de um grupo ou comunidade linguística, nas suas comunicações cotidianas, sejam escritas, sejam faladas. O fato de se tratar de um sistema ou código significa que ele é formado de normas, de regras a serem respeitadas por todos os que dele fazem uso, para que a comunicação entre os cidadãos dessa comunidade seja mantida em níveis satisfatórios

3. Linguagem

De acordo com o Diciorio Houaiss da Língua Portuguesa, linguagem é qualquer meio sistetico de comunicar ideias ou sentimentos  através de signos convencionais, sonoros, gráficos, gestuais,  ou seja, a linguagem  é todo  ato de comunicação, seja por que meio for.

Quando o homem cria um novo sentido para uma palavra, cria novas maneiras para expressar significados, traduz em texto suas experncias e o mundo em que vive. Usando a linguagem está ampliando a cultura. Por isso, pode-se dizer que a linguagem é uma manifestação cultural. Sob esse prisma de construção  da cultura,  diz-se que a linguagem é a faculdade humana de poder comunicar pensamentos, estes numa relação de causa e consequência dos embates racionais e emocionais.

Embora tudo em nosso pprio corpo comunique sempre algo que julgamos e sentimos  (“O corpo fala.”),  seja pela nossa postura corporal, pelo olhar, pelo gesto ou pelo semblante, é conveniente enumerar,  além da fala e da escrita, as modalidades  de  linguagem  mais conhecidas  e usuais, tanto no intercâmbio social, quanto no universo das artes mais antigas, das cncias e das chamadas mídias modernas como o design, as artes gráficas e visuais, a mímica, a publicidade, o marketing, o cinema...

Entretanto, a linguagem verbal, falada ou escrita, é, certamente, a mais usual, porque é a mais espontânea, cotidiana  e natural das linguagens  humanas.  Por certo,  é a linguagem verbal, particularmente a escrita, a responsável pela existência de todas as áreas do saber (cncia, religião, filosofia, artes...), pois todas,  de alguma forma, utilizam-na como instrumento de registro de conteúdos e de in- formações que transitam  no tempo  e no espaço, por meio de livros, jornais, revistas, arquivos, sistema de televisão, Internet etc. É, pois, a palavra o elemento mais importante na construção, na acumulação e na transmissão da cultura da humanidade,  nas suas mais diferentes ocorrências.

4. Cultura

Todo indivíduo pertence a uma nação ou comunidade, na qual cria raízes, com a qual se identifica ou é identifica- do, porque dentro dela troca experncias e absorve saberes e comportamentos, graças à utilização de signos culturais típicos dessa nação ou comunidade, que foram se acumulando através dosculos. Esse processo assim se estrutura porque o homem vive no meio de dois universos: o físico ou natural, composto  de tudo que é material,  como pessoas, animais, plantas, objetos, enfim, tudo o que pode ser visto, pesado,  medido ou percebido de alguma forma por algum de nossos sentidos; e o intelectual ou cultural, formado por tudo quanto é abstrato, como o pensamento, os ideais, os sentimentos e o pprio saber, os conhecimentos, as técnicas e as artes. A esse universo das ideias, da inteligência e da criação se dá o nome de mundo da Cultura, isto é, o somatório de todas as contribuições resultantes da atividade intelectual do homem sobre o mundo físico ou natural. E a principal e mais eficaz maneira de perpetuação das aquisições intelectuais dos povos tem sido por meio da  cultura.

Um comentário:

  1. Estou encantada com o magnífico trabalho que vem sendo desenvolvido aqui, com a finalidade de auxiliar alunos INTERESSADOS em aprender um pouco mais sobre o nosso tão sofrido protuguês. Parabéns pela iniciativa e muito obrigada por dispô-lo ao público. Um abraço, Carmen Helena

    ResponderExcluir